Querem proibir / restringir a venda de zarabatana no Brasil?!?!?

Deputado do Rio de Janeiro deveria se preocupar em apresentar projetos que trouxessem benefícios reais a população.

Após um tempo afastado e devidamente recuperado de um enfarto (que me matou só um pouquinho 🙂 ), volto a postar nesse blog, que me dá muito prazer em manter.

Sou um apaixonado pelo hobby de “assoprar canudinho” (ou, tiro ao alvo com zarabatana) e como sabem, já ao longo de alguns anos venho, através desse blog, tentando divulgar e arrebanhar entusiastas para essa prática, tão comum nas décadas de 70 e 80, mas que vem sendo esquecida ultimamente, talvez pelo fato de que os pais de hoje, enxergam a possibilidade de que seus filhos possam machucar-se e machucar aos outros com tal equipamento.

Mas é claro que essa preocupação é relevante e, não posso me esquecer de que, eu mesmo, em minha época de infância, construía canudinhos de papel com alfinete na ponta mas, nunca utilizados contra pessoas ou animais conforme éramos orientados pelos nossos pais na época.

Talvez, por causa dessa orientação e preocupação dos pais de antigamente não víamos, como não vejo hoje, a menor possibilidade de que esse “brinquedo” possa machucar alguém, isto é, se os pais de hoje soubessem educar ou encontrar tempo para isso.

Mas para estimular o uso do brinquedo e, ao mesmo tempo garantir e minimizar a possibilidade de acidentes, o ‘Guerreiros do Sopro” só usam e conselham usar com as “perigosas” zarabatanas, dardos ou projéteis considerados inofensivos, os quais, vem sendo mencionados em muito artigos nesse blog.

Guerreiros do Sopro são contra dardos e projéteis com ponta metálica, embora algumas de nossas postagens demonstrem armas de sopro com dardos de metal, mas que entendemos que, tais equipamentos fazem parte da cultura dos Guerreiros do Sopro e ainda que, tais equipamentos, sejam reproduzidos, poderão ser adaptados para disparo de dardos inofensivos.

Basicamente estimulamos o uso de dardos nerf, inclusive com vídeo tutorial que ensina como fazer uma zarabatana nerf no Brasil, visto que o principal do equipamento, que é o tubo, é difícil de ser encontrado por aqui, com facilidade ou com preço justo,

Mas apesar de meu esforço em resgatar uma brincadeira de criança, assim como vejo muitos outros realizando, apresentando e trazendo para as crianças de hoje, brinquedos antigos como: carrinhos de rolimã, pião, jogo de taco, jogo de botão e até mesmo estilingues; estou “sentindo” a possibilidade de me tornar um “contraventor” caso venha a ser aprovada uma PL apresentada por um deputado do Rio de Janeiro que pretende tornar inacessíveis / restritos equipamentos que considero esportivos tais como: arco e flecha, zarabatanas profissionais e facas com comprimento de lamina superior a 20cm; equipamentos estes que hoje não tem nenhuma restrição, sendo facilmente encontrados em qualquer casa de artigos esportivos.

Isso significa que para possuir uma faca de cozinha, daquela um pouco maior, para cortar carne, você terá que ser maior de 18 anos e solicitar permissão.

A PL em questão é a PL 2053/2019 de autoria de Otoni de Paula – PSC/RJ  a quem embora possa parecer bem intencionado, desconsidera toda uma cultura e releva esportes hoje praticados no Brasil cujos filhos já possuem, desde cedo, equipamentos para treinamento fornecidos, muitas vezes, pelos próprios pais.

Não acompanho a política mas, espero que tal PL 2053/2019 seja rejeitada (caso já não tenha sido) e jamais venha a ser apresentado qualquer projeto com teor parecido, principalmente relacionado a zarabatana, uma vez que é minha intenção levar o Brasil a disputar nacional e internacionalmente, torneios de tiro ao alvos com zarabatana, esporte esse que já vem sendo praticado em muitos outros lugares pelo mundo e, eu não gostaria de ser apontado com um “fora da lei” que estimula crianças a usarem equipamentos que poderão um dia ser utilizados para ameaçar, de alguma forma, a sociedade.

Imaginem, um bando de malfeitores invadindo bancos com suas perigosas zarabatanas e infalíveis arcos e flechas.

Compartilho da Opinião e comentários de Bene Barbosa em seu vídeo abaixo apontado.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s